Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Tecnologia Achix
Busca
Busca Avançada
Entrar | Não é cadastrado?
Você está em: Início » Textos » OQUEIROS DIGITAIS FAZEM COBERTURA DE SEMINÁRIO INTERNACIONAL

Textos

OQUEIROS DIGITAIS FAZEM COBERTURA DE SEMINÁRIO INTERNACIONAL

Evento tem como tema principal a Retomada de Terras pela Comunidade Tupinambá

A Retomada de Terras pela Comunidade Tupinambá é o tema principal do IV Seminário Internacional de História e Cultura Indígena – Índio Caboclo Marcelino, que acontece de 27 a 30 de setembro de 2012, nas Aldeias Itapoã e Gwarini Taba Atã, em Olivença (BA). Durante toda a semana, alunos indígenas dos laboratórios de apropriação de Artes e Tecnologia do projeto OCA Digital, os “oqueiros digitais”, farão a cobertura colaborativa do evento pelo portal ocadigital.art.br.

O projeto OCA Digital é realizado pela Thydêwá e Cardim Projetos e Soluções Integradas, com o Patrocínio da Telefonica e Vivo; conta com o apoio financeiro do Fundo de Cultura da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia; e apoio da Cambuí Produções, do Pontão de Mídia Livre Esperança da Terra, e do Programa Cultura Viva/Ministério da Cultura.

O Seminário Caboclo Marcelino acontece no sul da Bahia, onde os povos Tupinambá, Pataxó e Pataxó Hã-hã-hãe lutam pela demarcação de suas terras ancestrais e sofrem criminalização e perseguições. O processo mais recente aconteceu em julho deste ano, quando o povo Tupinambá de Olivença, cansado por esperar uma demarcação oficial, iniciou uma retomada pacífica de parte de seu território ancestral, nas terras conhecidas como Santana.

Potyra Tê Tupinambá, no livro “Índios na Visão dos Índios – Memória”, que será lançado no dia 28 de setembro, na Aldeia Itapoã, durante o IV Seminário Caboclo Marcelino explica um pouco da visão indígena: “para a sociedade capitalista, a terra e seus produtos são utilizados como objeto de lucro e mercadoria. Para nós indígenas, a terra é o lugar no mundo com o qual estabelecemos uma relação de intimidade e de diálogo, onde a queda d’água, o rio, aquela serra, aquela árvore e aquela pedra são testemunhas de nosso passado, de nossa memória”.

A autodemarcação retomou cerca de 20 fazendas, dominadas pela monocultura do cacau, palmito e pela agropecuária. Ao longo dos anos, os índios acabaram trabalhando nestas fazendas em regime de semiescravidão, repetindo uma condição histórica iniciada com a chegada dos portugueses ao Brasil.

“O Povo Tupinambá que diziam ter sido exterminado há séculos, hoje se levanta e luta por justiça. Estivemos durante muito tempo escondidos, mas sem esquecer a nossa essência, sem esquecer nossos rituais e crenças. Sem esquecer a nossa história, história de luta e de massacres. Hoje lutamos pela demarcação de nosso Território Tradicional, mas o Estado Brasileiro não cumpre com seu dever de demarcar e então temos que fazer a nossa autodemarcação”, completa Potyra.

OCA DIGITAL

“A OCA Digital funciona como uma Célula de Inteligência Coletiva, onde converge e dialoga a diversidade cultural”, diz o coordenador do projeto e presidente da ONG Thydêwá, Sebastián Gerlic. A ONG Thydêwá vem trabalhando com esse conceito desde 2005 quando formalizou seu convênio como Ponto de Cultura Viva: “Índios On-Line”. O projeto Oca Digital prevê a realização de oficinas entre março e outubro de 2012. A prática é focada na apropriação das tecnologias digitais por parte dos jovens indígenas que as utilizam em beneficio de suas comunidades.

IV Seminário Internacional de História e Cultura Indígena – Índio Caboclo Marcelino
Dia: 27 a 30/09
Local: Aldeias Gwarini Taba Atã, Itapoã e Santana, próximas a Olivença, no sul da Bahia.

Lançamento do livro “ÍNDIOS NA VISÃO DOS ÍNDIOS – MEMÓRIA”
Dia: 28/09, sexta-feira
Hora: 16:30 h
Local: Aldeia Itapoã, Km 25 da Rodovia BA 001 (Ilhéus- Canavieiras), próximo ao Hotel Cana Brava.

Para saber mais sobre o livro: http://www.thydewa.org/memoria
Para saber mais sobre o Seminário:seminariocaboclomarcelino.blogspot.com.br
Para saber mais sobre a ONG Thydêwá :http://www.thydewa.org/
Para saber mais sobre a Oca Digital:http://ocadigital.art.br/e https://www.facebook.com/OCADIGITAL.ART.BR
Para saber mais sobre informações indígenas por eles próprios; http://www.indiosonline.net/
Visualizações: 1.624
Gostou?! Então vote!
  • 4 pessoas votaram Sim
  • 0 pessoas votaram Não

Este conteúdo tem 0 Comentários

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do portal iTEIA reserva-se no direito de apagar as mensagens.

Deixe um comentário








Parceiros
Cooperação
Integração
Realização
Patrocínio

Ir para o topo