Pernambuco Nação Cultural

Texto


Avançada

CRISE DO DIVINO. (Um Causo Nordestino)

http://www.flickr.com/photos/marcosmichael/1761344040/

Descrição da Foto
De repente escureceu
As vinte pra o meio dia
E tudo ficou no breu,
No mundo nada luzia,
Pois o sol esmoreceu
Falhando sua bateria

E passada a garantia
Deus pediu um orçamento
Pra autorizada do “dia”
Que lhe cobrou pelo intento,
Numa grande revelia,
O seguinte pagamento:

De Júpiter um anel
E quatro corpos celestes
E das divisões do céu
Pediu metade do leste
E ainda descontento
Dez mil arrobas de vento
E a sombra do Everest;

Mas Deus disse: “Tá cá peste,
Tá cá gota, esse menino,
Desse jeito tu me quebras!
Tenha senso, tenha tino
Que cá crise mundial
S’eu gastar mais um real
Deixo até de ser divino!”

Prosseguida a peleja
No vão da negociação
Deus já tava desistindo;
Foi quando da escuridão
Veio uma voz Severina
Daquelas bem nordestinas
Propondo uma solução!

E num é que era Biuzin
Lá do alto do Cruzeiro
Que tava ouvindo a pendenga
E como um bom futriqueiro
Cutucador de buraco
Decidiu dar seu pitaco
Para o nosso criador

Disse: meu santo Senhor
Se o sol está quebrado
Se o breu tomou o mundo
E o dinheiro está contado
não se ponha aperreado
Pois eu tenho uma saída

Arranje um grande balaio
Que seja extenso em volume
Depois atole ali dentro
Pra mais de mil vaga-lume
E faça que ele se aprume
No eixo do vão solar
Para a terra alumiar
Até que o sol se arrume

E Deus disse: eita Biuzin
Que idéia genial
Uma solução tão simples
Pr’um problema mundial
Que na tua inteligência
Vai me livrar da falência
E me manter divinal

Já como agradecimento
Por tanta sagacidade
Beba da minha bondade
Não se acanhe e tenha fé
Diga-me o que você quer:
Ser rico, belo, famoso,
Poderoso? O que quiser!
Mas biuzin disse: Divino,
Como já sou nordestino
O resto é bicho de pé...

João Pessoa, 11/05/2009.

Baixar em formato PDF

Versão para impressão

O que achou deste texto?

Gostei

0 recomendações
1365 acessos

2 comentários

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do portal Pernambuco Nação Cultural reserva-se o direito de apagar as mensagens.

  1. Junior Figueiredo Silva comentou:

    19.09.2009 - 00h15

    Deus pediu um orçamento
    Pra autorizada do “dia”
    Que lhe cobrou pelo intento,
    Numa grande revelia,
    O seguinte pagamento:

    De Júpiter um anel
    E quatro corpos celestes
    E das divisões do céu
    Pediu metade do leste
    E ainda descontento
    Dez mil arrobas de vento
    E a sombra do Everest;

    Mas Deus disse: “Tá cá peste,
    Tá cá gota, esse menino,
    Desse jeito tu me quebras!
    Tenha senso, tenha tino
    Que cá crise mundial
    S’eu gastar mais um real
    Deixo até de ser divino!”

    Prosseguida a peleja
    No vão da negociação
    Deus já tava desistindo;
    Foi quando da escuridão
    Veio uma voz Severina
    Daquelas bem nordestinas
    Propondo uma solução!

    E num é que era Biuzin
    Lá do alto do Cruzeiro
    Que tava ouvindo a pendenga
    E como um bom futriqueiro
    Cutucador de buraco
    Decidiu dar seu pitaco
    Para o nosso criador

    Disse: meu santo Senhor
    Se o sol está quebrado
    Se o breu tomou o mundo
    E o dinheiro está contado
    não se ponha aperreado
    Pois eu tenho uma saída

    Arranje um grande balaio
    Que seja extenso em volume
    Depois atole ali dentro
    Pra mais de mil vaga-lume
    E faça que ele se aprume
    No eixo do vão solar
    Para a terra alumiar
    Até que o sol se arrume

    E Deus disse: eita Biuzin
    Que idéia genial
    Uma solução tão simples
    Pr’um problema mundial
    Que na tua inteligência
    Vai me livrar da falência
    E me manter divinal

    Já como agradecimento
    Por tanta sagacidade
    Beba da minha bondade
    Não se acanhe e tenha fé
    Diga-me o que você quer:
    Ser rico, belo, famoso,
    Poderoso? O que quiser!
    Mas biuzin disse: Divino,
    Como já sou nordestino
    O resto é bicho de pé...

  2. nataly correa andrade comentou:

    03.05.2011 - 18h55

    como que eu posso fazer causos de pernambuco não consigo me ajude









Esse conteúdo foi criado e postado por:

Jessé Costa

Autorizado por:
Fundarpe

em 03.08.2009 às 17h22


Tags

jessé costa, crise, divino

Direitos autorais:

  • Todos direitos reservados (Copyright)

Denunciar conteúdo impróprio

Lista completa


Conteúdo sob Licença Creative Commons